Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Bem-vindo(a)

Hoje tudo o que eu queria
era a tua visita.
Não sei porquê mas fazia-me bem
que me deixasses uma mensagem.
Se não gostares do
meu cantinho diz.
Podes ficar descansado(a)
que não vou ralhar contigo.
Para quem não sabe
e me visita pela primeira vez
este é um espaço de
um Açoriano da ilha Terceira.
Aqui vou falando
da minha terra
e das minhas ideias e ideais
.Obrigado por me visitares

Mais cantigas Carnavalescas

14.03.09, ilhas

 Aqu fica o registo  das cantigas que escrevi para um bailinho da Serra da Ribeirinha:

 

Saudação:
 
Olá bela flor de luar
Lá na serra a brilhar
Cumprimento d`esperança
Um abraço te vim dar
E o teu rosto beijar
Como se fosses criança
Nossa voz a Deus unida
Por todos será ouvida
Num coro tão fraternal
Toda a ilha se agita
Em voz bem alta Grita:
Viva o nosso Carnaval!
 
Nosso povo a apreciar
E a tudo bem guardar,
Sorriso nele brotou
Do salão leva cultura
Na alma lavra ternura
Deste abraço que te dou
Abraço que aqui fica
Que nosso grupo dedica
A todos sem excepção
Gera-se assim amizade
Que fica pra eternidade
Dentro do teu coração
 
Povo poeta e tema
Que da festa faz lema
Carnaval rei e senhor
Em seu trono sentado
Com sua taça ao lado
Saboreando o amor
Nesta ilha dos amores
Onde se colhem flores
A vida vive-se contente
Nestes dias é só a rir
Não há tristeza a seguir
Pra parar com esta gente
 
É uma bela fantasia
Que aqui por magia
Ilumina-vos sem igual
Sois um pedaço de céu
Um sol rasgando o véu
Desta festa universal
Agradece sem demora
A Deus e a nossa senhora
O que podes desfrutar
Tua paz, bela natureza
Teu amor e a beleza
Não há em outro lugar
 
Coro:
Viva, viva o Carnaval
Que em nossa alma brilha
Festa única sem igual
No coração da nossa ilha
 
  Despedida:
 
Chegou a hora do adeus
Fiquem na graça de Deus
A Saudade já vai apertar
Adeus povo acolhedor
A santa mão do senhor
Te fique a amparar
Ribeirinha vai partir
E a saudade vai seguir
Dentro em nosso coração
Cada rosto quero beijar
E cá dentro o vou levar 
Com uma grande emoção
 
Lá da nossa linda Serra
Trago o cheiro da terra
Carinho para te oferecer
É triste a despedida
É um pedaço de vida
Que acabo já de perder
Oxalá vos possa encontrar
Aqui ou em qualquer lugar
Onde esta felicidade
Qu`inda agora aqui vi
Veja espelhada em ti
Como terna amizade
 
Que os homens sejam irmãos
E que possam dar as mãos
Sem intriga nem guerra
A maldade seja banida
A humanidade mantida
Em paz em toda a terra
Haja aqui muito amor
Em vez de ódio uma flor
Possa entre nós brotar
Que todos tenham pão
E Esta santa união
Possa p`ra sempre durar
 
Da  junta de freguesia
A Amizade irradia
Para esta ilha inteira
Um abraço sempre novo
Vem da Casa do Povo
Pra toda esta Terceira
Oxalá possa encontrar
Por onde hoje eu passar
Só vulcões de verdade
Que magma solidifique
E entre nós sempre fique
Pra sempre esta amizade
  
Coro
Adeus, Adeus até um dia
Em que por cá passarei
Adeus, Adeus com alegria
A vocês não esquecerei
Vai na alma a saudade
Desta bela sala florida
Adeus povo sem idade
Pedaço da minha vida