Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Bem-vindo(a)

Hoje tudo o que eu queria
era a tua visita.
Não sei porquê mas fazia-me bem
que me deixasses uma mensagem.
Se não gostares do
meu cantinho diz.
Podes ficar descansado(a)
que não vou ralhar contigo.
Para quem não sabe
e me visita pela primeira vez
este é um espaço de
um Açoriano da ilha Terceira.
Aqui vou falando
da minha terra
e das minhas ideias e ideais
.Obrigado por me visitares

Filarmónica do Porto judeu Lança CD

20.05.05, ilhas

FILARMÓNICA DO PORTO JUDEU 


 Ilha Terceira -Açores


     Abaixo se pública o texto de apresentação que está incluido no CD , que recentemente a Filarmónica de Porto Judeu gravou. Este CD é intitulado "Sonho de Ilhéus". Será lançado no próximo dia 4 de Junho pelas 21h. no pavilhão multiusos da freguesia. Trata-se de um trabalho de grande qualidade artistica constituido por 9 faixas sonoras. Todos são Bem-Vindos !  


A freguesia de Porto Judeu, situada no sul da ilha Terceira nos Açores, tem um longo historial de dedicação à música e às artes em geral. Tanto quanto pudemos apurar, a primeira filarmónica que cá existiu, se ainda hoje estivesse no activo, teria neste momento cento e um anos. Foi Fundada pelo Padre Frederico Amâncio Almeida Mendes e chamava-se Filarmónica de Santo António, estreou-se a 3 de Abril de 1904. Entretanto passou passou a denominar- se Sociedade Filarmónica Recreio de Santo António do Porto Judeu, até 1935, altura em que foi dissolvida para passar a integrar o novo organismo que nascia na freguesia: a Casa do Povo. O Porto Judeu, desde sempre, deu um contributo ao Teatro Popular, quiçá, talvez como nenhuma outra freguesia rural, bem como às conhecidas danças de Carnaval . Foram estas últimas manifestações, por volta de 1954, que deram aso à criação de dois novos “partidos”. A dança da Batalha da Salga deu origem à Sociedade Brianda Pereira conhecida ainda hoje pelos “Castelhanos”. A dança intitulada “Ciganos”, que retratava a vida de uma familia cigana, fez com que nascesse a Sociedade Instrutiva e Recreativa de Santo António que, localmente, também é mais conhecida por “Os ciganos”. O aparecimento destas duas novas colectividades fez com que nascessem duas novas Filarmónicas, acabando pouco depois, por se extinguir a da Casa do Povo. Estas rivalidades entre as duas Sociedades Recreativas fizeram com INTERIOR 1 que o Porto Judeu tivesse um desenvolvimento cultural notável. Criou-se infraestruras para convívio dos sócios, bem como locais para exibição de filmes, tendo havido sempre dois grupos de teatro em actividade. Mas as rivalidades também vão tendo um fim e a freguesia vai padecendo de um marasmo cultural muito grande. Chegamos a 2001 e as duas filarmónicas estão com poucos músicos e não há uma dinâmica que faça com que antigos músicos regressem. Surge a ideia de se juntarem as duas filarmónicas, de forma a ter-se um maior número de músicos e um projecto com maior qualidade. Assim foi. Nasceu a Associação Cultural do Porto Judeu e a sua filarmónica. Nestes poucos anos de existência, já tem actuado por toda a ilha com uma grande aceitação e acarinhamento do público.Destacam-se os concertos no Centro Cultural e de Congressos de Angra do Heroísmo e a participação no programa da RTP, “Atlântida”. Deslocou-se, ainda, à vizinha ilha do Pico onde fez actuações dignas de registo. José João Silva é o nosso maestro desde a fundação desta filarmónica. É um músico desta freguesia, professor no Conservatório Regional , com provas dadas, tanto na execução de diversos instrumentos musicais, como no imenso curriculum que ao longo dos anos foi adquirindo. Este CD, para além de ser um tributo a toda a gente que ao longo de mais de um século fez e faz com que a música no Porto Judeu seja uma realidade, é também uma forma de perpetuar o trabalho que se realiza, uma vez que, até agora, nenhum registo sonoro das nossas filarmónicas havia sido feito. Bem hajam os nossos músicos pelo empenho e pela sua capacidade de sonhar. Conseguiram!