Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Bem-vindo(a)

Hoje tudo o que eu queria
era a tua visita.
Não sei porquê mas fazia-me bem
que me deixasses uma mensagem.
Se não gostares do
meu cantinho diz.
Podes ficar descansado(a)
que não vou ralhar contigo.
Para quem não sabe
e me visita pela primeira vez
este é um espaço de
um Açoriano da ilha Terceira.
Aqui vou falando
da minha terra
e das minhas ideias e ideais
.Obrigado por me visitares

Mãe

28.11.13, ilhas

Este poema, muitas vezes adiado,

Outras tantas, por mim, pensado

Será um grito de gratidão

Um reflexo que alma espelha

Que mantem acesa centelha

De mais um dia d`inspiração

 

Este poema não o irás ler

Nas tuas mãos nunca o irás ter,

E não é por minha vontade,

Tanto que gostaria de te dizer

Nos teus braços me aquecer

E matar esta grande saudade

 

Ouço músicas daquelas banais

Falam de saudades às minhas iguais

Fazem-me, por completo, entristecer

Ai saudade! Nó na garganta sinto,

Olha, que para ti, eu não minto

Em mim ter-te-ei até morrer

 

A tua campa está tão gelada,

Ainda de símbolos desnudada,

Lúgubre lugar que me vai receber

É como um relicário sagrado

Pelo bom Deus bem guardado

Onde, contigo, vou adormecer

 

Hoje não me apetecia nada

Andar com rima pra ai usada

Do género que faz lacrimejar

Mas quer queira, quer não

Soltei amarras a este coração

Só para aqui te homenagear

 

Foste e sempre serás para mim

Um princípio que não tem fim

És a minha princesa também

És sangue que nas veias corre

És um nome que nunca morre

És, foste, serás sempre MÃE!

 

luis Nunes 27.11.2013

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.