Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Ideias e Ideais

... Sou das Ilhas de Bruma onde as gaivotas vêm beijar a terra...

Bem-vindo(a)

Hoje tudo o que eu queria
era a tua visita.
Não sei porquê mas fazia-me bem
que me deixasses uma mensagem.
Se não gostares do
meu cantinho diz.
Podes ficar descansado(a)
que não vou ralhar contigo.
Para quem não sabe
e me visita pela primeira vez
este é um espaço de
um Açoriano da ilha Terceira.
Aqui vou falando
da minha terra
e das minhas ideias e ideais
.Obrigado por me visitares

Parabéns Casa do Povo de Porto Judeu

31.05.11, ilhas

Este fim de semana que passou foi deveras intenso culturalmente pelo Porto Judeu é que a nossa Casa do Povo celebrou 75 anos de existência e teve um programa de celebrações bastante rico.

Na sexta-feira assinalou-se a efeméride com uma sessão solene e um belíssimo Sarau cultural onde participaram a escola de violas e o coro da instituição e a filarmónica da associação Cultural ao que se seguiu um beberete. No Sábado houve missa de acção de graças pelos 75 anos da CPPJ e por alma dos sócios falecidos, aproveitando-se a ocasião fez-se a festa de fim de ano do ATL e da Creche e Jardim de infância da Instituição. No Domingo, no pavilhão, 40 equipes de amantes do jogo da Sueca, juntaram-se para um torneio relâmpago.

Enquanto menbro da direcção apraz-me registar estes momentos aqui no ideias.

 

Aqui fica registada uma parte da minha comunicação na abertura da sessão solene:

 

    ..." Aqui  no Porto Judeu, a 27 de Maio de 1936, faz hoje precisamente 75 anos, esta instituição nasce também com todos os objectivos e filosofias acabados de enunciar. Nela se integram a única Filarmónica que existia na freguesia e um grupo de teatro que sobrevivem até ao nascimento das duas sociedades recreativas. Quase a par com as Casas do Povo nascem as “Casas dos Pescadores” que têm fins idênticos. O Porto Judeu chegou a ter durante largos anos uma Casa de Pescadores e uma das valências que hoje é desta instituição lá nasceu, o  Jardim de Infância.

    Desde 1936 até a esta data a evolução desta instituição é notória lembro-me ainda, como a maioria de vós se lembrará da velhinha sede social, numa altura em que esta instituição para pouco mais servia do que pagar pensões, receber quotas dos associados ou o recebimento das contribuições para a Caixa de Previdência. Havia dois funcionários que asseguravam estes serviços. Lembra-me do salão de festas, em estado de degradação, servir de arrecadação de mobiliário. Lembro-me de ali se terem ensaiado muitas e boas danças de Carnaval.

    Lembro-me ainda da destruição da velhinha sede social para dar lugar à actual. Toda a pujança e vitalidade  desta instituição nasce com o novo edifício. Com ele uma  nova forma de servir a população chega ao porto Judeu o  serviço de apoio ao domiciliário, que anos mais tarde vê os seus serviços melhorados e com maiores capacidades com a construção do Centro comunitário onde também  fica instalada a Creche e Jardim de Infância “ O Ninho” e a secretaria da Casa do Povo.

    Numa época em que tanto se fala da falta de voluntários disponíveis para gerir este tipo de instituição, ainda esta semana os jornais falaram que várias casas do Povo poderão fechar, por falta de interesse nas actividades que as mesmas prestam nas comunidades onde estão inseridas e por falta de dirigentes, a Casa do Povo de Porto Judeu afirma-se cada vez mais como uma grande instituição de solidariedade social. Prestamos serviço ao domiciliário com refeições, higiene pessoal e habitacional desde a Ribeirinha ao Porto Judeu. O Nosso sector de assistente familiar vai até São Mateus a Rede de Amas abrange toda a ilha. Possuímos dois centros de convívio; Um na antiga escola Brianda Pereira e outro no edifício sede. Como forma de fazer chegar os diversos serviços de saúde à nossa população abrimos um centro de fisioterapia que tem diversas terapeutas ao serviço e recebemos uma médica que dá consultas a titulo privado. Apoiamos o transporte Escolar.Temos um ATL. Fornecemos as refeições aos alunos da escola. Possuímos Lavandaria, Salão de festas, devidamente equipado com os equipamentos necessários para fazer uma função, um casamento outra qualquer festa. Dentro do nosso edifício funciona uma delegação do centro de saúde de Angra e também uma loja do RIAC. Foi a Casa do Povo, através de um protocolo com a junta, que conseguiu construir este belíssimo pavilhão. A instituição apoia o desporto tendo uma equipa de Futsal a militar no Inatel e com outra a formar-se para competir a nível da Associação de Futebol.Temos uma classe de ginastica. Apoiamos a cultura dentro das suas mais variadas expressões que acontecem na freguesia. Temos um belíssimo grupo coral. Promovemos cursos que ajudam a formar pessoas nas mais variadas áreas, incluindo a musical. Neste momento a Casa do Povo de Porto judeu é o maior empregador da freguesia e arredores com mais de 50 funcionários. Temos novos projectos a ser desenvolvidos na Casa do Largo de Santo António e no novo centro social a ser construído brevemente.

 

Por tudo isto e muito mais apraz-me, enquanto director desta instituição, dizer-vos que a Casa do Povo de Porto Judeu sonha o  seu dia a dia concretizando os seus sonhos numa perspectiva  de bem servir os seus sócios e a população desta freguesia.

 

Esta foi apenas uma introdução para vos ajudar a perceber a razão de ser desta grande comemoração que é um marco histórico de qualquer comunidade. Hoje pela primeira vez comemora-se o aniversário desta instituição na sua data correcta, durante alguns anos celebrou-se a 13 de Junho, hoje estamos todos de Parabéns. "  

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.